top of page

Saiba mais sobre resistência a insulina


A insulina é um hormônio secretado pelo pâncreas quando comemos algo rico em glicose como açúcares, doces, bolos, pães etc., ou seja, ele é liberado para estabilizar os níveis de açúcar na corrente sanguínea, evitando uma sobrecarga que desencadeia efeitos colaterais que serão comentados já, já.

A insulina age na célula como uma fechadura: abre a porta para a glicose entrar para transformar-se em energia. Quando ela não consegue “abrir a porta” significa que você tem resistência à insulina, ou seja, você a produz, mas ela não desempenha seu papel e o açúcar que não entra na célula fica solto pelo organismo e é convertido em gordura, que se acumula justamente na região abdominal.


As condições associadas à resistência insulínica são:

1° – Inflamação: vem do seu tecido gorduroso, ou seja, toda pessoa que está acima do peso produz citocinas inflamatórias que atrapalham a ação da insulina, levando a mais acúmulo de gordura e entrando num ciclo vicioso.

2° Excessos: o consumo exagerados de carboidratos como doces, massas, bolos e pães elevam muito a glicose, que é o açúcar do sangue. Essa quantidade excessiva provoca o aumento de radicais livres, moléculas que agridem o corpo, e podem lesionar o DNA das células, levando a uma disfunção celular.

3° Sedentarismo: a prática de atividade física melhora muito a sensibilidade dos receptores de insulina, otimizando o controle da glicose, diminuindo a inflamação e colaborando para diminuição da resistência à insulina.


Hábitos que regulam a insulina:


  • Consuma alimentos ricos em fibras como os integrais e frutas com a casca (é na casca que a maior parte das fibras está!).

  • Nos lanches intermediários, troque biscoitos, bolos e pães por sementes oleaginosas como amêndoas, castanhas, de abóbora ou girassol.

  • Evite o consumo noturno de carboidratos simples como arroz branco, massas e pães. Prefira fontes de proteína combinadas a salada e legumes. Se for comer carboidrato, que seja um tubérculo como batata doce, aipim ou inhame, mas sempre em menor quantidade!

  • Use e abuse da canela, pois ela reduz os níveis de açúcar no sangue. Salpique em frutas, sucos e até na carne, que fica uma delícia temperada com ela!

  • Consuma 4 xícaras de chá verde ao dia. Ele é rico em epigalatocatequina galato, que ajuda a regular os níveis de glicose e proteger as células pancreáticas, as responsáveis pela produção de insulina.

E pra fechar, receita de chá medicinal para diminuir o açúcar do sangue:


Ingredientes: 1 rama de canela, 1 colher (sopa) de chá verde e 1 litro de água.

Coloque a água e a rama da canela em uma panela de tamanho médio e leve ao fogo. Quando começar a ferver, acrescente o chá verde, desligue e mantenha abafado por 5/8 minutos. Coe o chá e ele estará pronto para ser consumido.

Posologia: tome de 3 a 4 xícaras durante o dia.

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page